ManduCA - I Mostra de Cinema Infantojuvenil de Cachoeira


Segundo o cineasta uruguaio Walter Tournier, cujo trabalho voltado para crianças e adolescentes é reconhecido internacionalmente: “em um mundo em que muitas vezes as crianças são ignoradas, maltratadas e exploradas, é necessário manter viva a sua presença e garantir o espaço a que têm direito”. A ManduCA – I Mostra de Cinema Infantojuvenil de Cachoeira vem para dar visibilidade a esta existência, buscando pensar com as imagens, em infâncias possíveis hoje e amanhã.

A ManduCA apresentará um painel de filmes para crianças e adolescentes com o recorte temático da relação entre pais/mães e filhos/as. A Mostra visa contribuir para o debate acerca das construções históricas de ligações parentais (e da importância das histórias audiovisuais que as narram), questão que atravessa diferentes campos da vida social – como família, cultura, trabalho e política – e é tão cara na formação do sujeito.

A Mostra ocorrerá no Cine Theatro Cachoeirano, no Auditório Leite Alves do CAHL/ UFRB, e na Praça Jardim Grande (do Coreto), durante os dias 22 a 25 de março de 2018. Além das sessões, a ManduCA contará também com duas mesas de debates, proporcionando espaços de conversas sobre a temática da Mostra e sobre as implicações da interface cinema e educação, campo de atuação do PET Cinema.

No dia 22 de março, será a mesa sobre Alienação Parental, contaremos com a participação da pesquisadora e realizadora Lívia Sampaio, que falará sobre a realização do seu documentário Tranças (em fase de finalização), sobre esse tema que lhe atinge pessoalmente; e com a psicóloga infantil Daniela Souza. No dia 23 de março, teremos uma mesa intitulada Cinema e educação - da produção à recepção cinematográfica, que contará com a presença dos realizadores Glenda Nicácio e Ary Rosa, diretores dos filmes Café com Canela (2017), e Daiane Silva, pesquisadora na área de cinema e audiovisual. 

No domingo, dia que as famílias cachoeiranas mais ocupam o espaço público, fecharemos a programação com um cortejo pela cidade com participação de filarmônica e mandus - bonecos mascarados que desfilam na Festa de Nossa Senhora D’Ajuda. O nome da Mostra se refere a esse símbolo da festa, os Mandus, uma marca da cultura popular de Cachoeira.

A Mostra tem como apoiadores o Centro de Artes, Humanidades e Letras, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, que cederá espaços, equipamentos e transporte; e a Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeira, que oferecerá os espaços públicos e infraestrutura. ManduCA também conta com a parceria da Mostra de Cinema de Gostoso, que intitula uma das sessões, com os filmes exibidos anteriormente na Mostra que ocorre na cidade São Miguel de Gostoso/ RN.

ManduCA é uma realização do grupo PET CINEMA/ UFRB. Os Grupos PET, que somam mais de 800 unidades em todo o território brasileiro, consistem em um Programa de Educação Tutorial desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de formações em nível de graduação nas Instituições de Ensino Superior do País orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial.

Para saber mais informações sobre a ManduCA:  
Site – http://www.petcinemaufrb.com/ 
Facebook e Instagram - @petcinema  
E-mail – mostramanduca@gmail.com  

Comentários

Postagens mais visitadas